A Secretaria Municipal de Educação emitiu um comunicado nesta quarta-feira, destacando que as aulas e atividades presenciais, com 100% dos alunos nas escolas e creches municipais serão retomadas a partir da próxima segunda-feira, 8.

A partir desta data, será obrigatória a frequência dos estudantes nas unidades escolares, em cumprimento as recomendações do Centro de Contingência do Coronavírus, que resultaram no Decreto Estadual 65.597/2021 e a Deliberação CEE nº 204/2021, que trata da retomada das aulas e atividades presenciais da Educação Infantil, dos Ensinos Fundamental, Médio e da Educação Profissional Técnica de Nível Médio.       

A exceção ficará para os estudantes que apresentarem atestado médico, que indique o impedimento de comparecer às aulas presenciais. Para estes alunos, deverão ser providenciadas as atividades domiciliares, conforme previsto na Deliberação CEE nº 59/2006 e, se possível, manter o atendimento remoto. As ações de busca ativa dos estudantes deverão ser intensificadas neste período.

Márcia Gatti, secretária de Educação, informou que a partir desta quinta-feira, as equipes escolares farão um trabalho de orientação e conscientização junto aos pais e responsáveis sobre a obrigatoriedade da frequência de 100% dos estudantes, nas aulas presenciais, simultaneamente, a partir do próximo dia 8.

A secretária aproveitou para enfatizar que, assim como ocorreu em todas as etapas do Plano de Retomada Gradual das Aulas Presenciais, a partir de agosto, todos os protocolos sanitários de prevenção a Covid-19, permanecerão sendo cumpridos, com a obrigatoriedade do uso de máscara durante todo o período (com substituição da máscara), a aferição de temperatura no momento da entrada dos alunos, a higienização constante das mãos e o uso de álcool gel, além das demais recomendações. As escolas devem passar por limpeza e higienização para receber aos estudantes, todos os dias antes e após as atividades presenciais.       Os alunos deverão levar garrafas de água para reposição nos bebedouros durante o período em que estiverem nas escolas e creches. Sempre que for possível, deverão ser priorizadas as aulas e atividades ao ar livre. Os intervalos e os recreios deverão ser realizados, com revezamento das turmas em horários alternados.

Ainda de acordo com Márcia Gatti, os alunos que apresentarem sintomas de síndrome gripal ou outros relacionados à Covid-19, não deverão comparecer as escolas e deverão ser encaminhados para atendimentos médicos. Todas as unidades de ensino submetidas à jurisdição do Conselho Estadual de Educação são obrigadas a registrar as ocorrências de casos suspeitos e confirmados de Covid-19, no Sistema de Informação e Monitoramento da Educação para Covid-19 (SIMED).

Fonte: Prefeitura Municipal de Franca